Mateus Silvestrin

Mateus Silvestrin

Doutorando em Neurociência e Cognição

Universidade Federal do ABC

Sobre mim

Sou fascinado pelas dinâmicas do afeto e da cognição e pela investigação do papel do cérebro nelas. Minha formação vem me mostrando que nossa maior chance em em avançar na compreensão dessas questões complexas é com rigor científico e esforços interdisciplinares. Ao mesmo tempo, considero importante não perder de vista o lugar da da Psicologia e da Neurociência como empreitadas humanas e historicamente localizadas. Assim, busco a excelência técnica alinhada à postura crítica na pesquisa.

Atualmente desenvolvo pesquisas sobre correlatos neurais da percepção de tempo no Timing Lab e sobre discriminação de emoções no Laboratório de Neurociência do Desenvolvimento Afetivo e Social.

Tem interesse em colaborar? Entre em contato no fim da página.

Interesses

  • Emoções
  • Percepção de Tempo
  • Análise de sinais neurais
  • Decodificação M/EEG
  • Estatística
  • Psicometria
  • SEM

Formação

  • Doutorado em Neurociência e Cognição, Em andamento

    Universidade Federal do ABC (UFABC)

  • Mestrado em Neurociência e Cognição, 2017

    Universidade Federal do ABC (UFABC)

  • Aprimoramento e Especialização em Neuropsicologia Infantil, 2014

    Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

  • Bacharelado em Psicologia, 2013

    Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Competências

EEG

Potencial Evocado
Análise de Frequência

Estatística

Design Experimental
Análises Univariadas
Visualização

psy1_oneColor

Psicometria

Design de escalas
Análise Fatorial

Psicofísica

Experimentos
PsychoPy
Psychtoolbox

R

Avançado

Python

Intermediário

Publicações

(2020). Equivalence relations do exist before they are tested: confirmatory evidence revealed by EEG measurements. Journal of Experimental Analysis of Behavior (in press).

Preprint

(2020). Embodied concepts, allostasis, and the origin of emotions. Commentary on Hoemann et al. (2019). Developmental Psychology, 56(4).

DOI

(2019). (Preprint) Measuring Emotional Granularity in School-age Children.

PsyArXiv

(2016). Evidences of validity and reliability of the Luria-Nebraska Test for Children. Psicologia: Reflexão e Crítica, 29(1).

DOI

Contato